Google lançara sua própria operadora

Google lançara sua própria operadora

Primeiramente, a operadora de telefonia móvel criada pela Google aceitará apenas o Motorola Nexus 6. Quem deu a informação foi o vice-presidente das divisões Android e Chrome, ambas da gigante de Mountain View, Sundar Pichai, como reporta o jornal de Wall Street. O executivo está diretamente envolvido com o projeto, dando várias dicas sobre a próxima investida da empresa no fornecimento de internet, acompanhando a iniciativa Fiber, que oferece banda-larga em velocidades surreais para os habitantes de estados pré-selecionados nos EUA.
Na primeira semana de março, o figurão da Google oficializou a existência da operadora. Como o objetivo não é superar as provedoras rivais, como a AT&T, Sprint, Verizon e demais nomes famosos, suportar apenas um modelo de celular no lançamento do serviço não é sinonimo de preocupação. O real motivo da estreia da novidade é somente 'mostrar como se faz', colocando esforços em uma estrutura que pode se tornar o padrão mundial caso a ideia dê certo. Parece que a dona do Android quer ensinar ao invés de lucrar.
Nexus 6, o último lançamento da linha, será o único aparelho suportado pela operadora própria da Google. A investida pode acarretar no aumento de vendas do produto.
Como é de conhecimento público, a linha Nexus existe como a parceria entre a Google e outra fabricante escolhida pela mesma, visto que o último integrante da série foi produzido em sociedade com a Motorola. Nexus 6 é um phablet Full HD com enfoque em promover uma experiência limpa e concisa na versão original do Android 5.0 Lollipop, usando o chipset Qualcomm Snapdragon 810 com seus potentes oito núcleos, Adreno 430 para os gráficos e 3 GB de RAM como ferramentas para atingir o objetivo.
Como será o único aparelho disponível na operadora da companhia, provavelmente ocupará todas as investidas de marketing relacionadas ao serviço de redes móveis. De certa forma, as vendas do próprio dispositivo podem ser aumentadas, levando em conta a rapidez da internet que a Google está prometendo. Boatos recentes sugeriram o nome de Google LTE-A, porém as informações sobre a futura prestadora de dados são bem escassas até o presente momento. O que nos resta é aguardar para descobrir os reais planos da companhia.

Compartilhe usando