Em crise, Venezuela tem iPhone 6 pelo equivalente a R$ 148 mil

Em crise, Venezuela tem iPhone 6 pelo equivalente a R$ 148 mil


Os venezuelanos atravessam uma crise financeira que transformou dispositivos eletrônicos básicos em itens de luxo. Literalmente.
Um levantamento da Bloomberg revela que o iPhone 6 chega a custar US$ 47.678, o equivalente a R$ 147,8 mil. É o preço de 41 salários mínimos no país, onde o cidadão tem uma renda mensal média de US$ 1,1 mil. O Lumia 530 sai por US$ 2,7 mil (R$ 8,3 mil), enquanto o Moto G 2 custa incríveis US$ 12,7 mil (R$ 39,3 mil).
Como explica o Gizmodo, isso ocorre porque há mais de uma taxa de câmbio para converter bolívar para dólar, sendo que a taxa oficial, de 6,3, é artificialmente baixa e o governo limita a quantidade de dinheiro que o cidadão pode trocar. Assim, muita gente recorre ao mercado negro, onde se cobrava recentemente 456 bolívares por um único dólar.
O país importa seus smartphones com aval da estatal Telecom Venezuela, mas não há dólares suficientes para isso, então o estoque de aparelhos está baixo, o que contribui para inflar ainda mais os valores.
Esse cenário tem feito com que a Venezuela ande no caminho contrário ao visto pelo mundo: em vez de aumentar, a quantidade de smartphones vendidos está diminuindo. Estima-se que apenas 4,9 milhões de aparelhos sejam entregues por lá neste ano, o que seria metade do registrado em 2012.

Compartilhe usando