Mr. Catra não será dublador em League of Legends

Mr. Catra não será dublador em League of Legends

Os jogadores de League of Legends estiveram empolgados nos últimos dias. A Riot Games divulgou nesta semana o novo campeão a entrar nas arenas: Tahm Kench, o homem-peixe com poderes de “engolir” aliados e adversários. De olho nessas habilidades exóticas, os fãs abriram uma petição para que Mr. Catra fosse o dublador do personagem, mas a Riot Games se posicionou na noite de ontem sobre o assunto.
Em uma postagem no fórum oficial do MOBA, o representante do estúdio Nyksund agradeceu os vários pedidos da comunidade para a dublagem de Catra, mas disse que não será possível colocar a voz da celebridade dentro do jogo.
“Eu e toda a equipe da Riot no Brasil recebemos seus (inúmeros!) pedidos e avisos sobre querer que o novo campeão, Tahm Kench, seja dublado pelo artista Mr. Catra”, iniciou o Rioter no comunicado. “Só que as notícias que eu tenho podem ser meio decepcionantes”, continuou, explicando porque a voz do cantor não poderá estar no novo personagem do MOBA.
“Primeiro porque, quando um campeão é revelado aos jogadores através das notícias do nosso site, ele já passou por todo o processo de idealização, conceito, desenvolvimento do script, gravação, processamento e finalização; em todos os territórios onde o jogo existe (e são mais de 20)”, explicou.

“Isto significa que, quando vocês souberam do TK, ele já estava bem mais do que gravado. Fazer qualquer alteração nos arquivos dele neste exato momento pode impactar o lançamento do campeão em todos os territórios.”
“Segundo porque o artista Mr. Catra não tem nada a ver com o campeão. A voz pode até parecer legal a princípio, mas isto não basta para fazer a gravação. Dublar é muito mais do que simplesmente ficar de frente para um bom microfone em uma sala com isolamento acústico e ler umas par (sic) de linhas em voz alta”, continuou.
“Nós acompanhamos presencialmente todas as gravações e aprendemos ao longo destes anos quantas circunstâncias especiais giram em torno de fazer uma boa gravação. A meta é aprimorar a cada oportunidade de gravar algo — seja com equipamentos melhores, processos menos invasivos ou prospecção mais eficaz dos talentos que emprestarão a voz aos campeões (e skins) que gostamos tanto de ouvir, então podem ficar tranquilos quanto às decisões que tomamos.”
“Elas são feitas para que vocês, que gostam tanto de League of Legends quanto nós gostamos, ficarem satisfeitos com o jogo em todas as suas faces”, finalizou a postagem oficial.
A petição do Avaaz, até esta tarde, atingiu a marca de 30 mil assinaturas. Embora a declaração da Riot Games tenha acabado com o sonho de alguns fãs, muitos deles ainda imaginam com seriam as ganks do campeão acompanhados por uma voz grave dizendo “papai chegou”. Você queria que isso acontecesse?

Compartilhe usando