Seis coisas que você precisa saber sobre o novo logo do Google

Seis coisas que você precisa saber sobre o novo logo do Google

Google apresentou o novo design composto por um novo logo, tipografia e elementos. De acordo com a Gigante de Buscas, essa reformulação na marca aconteceu como uma necessidade de acompanhar a evolução de seus próprios serviços, que transcenderam as telas dos computadores e notebooks e hoje se encontra em smartphones e tablets e até em TVs e painéis de carros.
Confira seis coisas que você precisa saber sobre o novo logo do Google.
Doodle do Google revela novo logotipo do buscador (Foto: Reprodução/Google)Doodle do Google revela novo logotipo do buscador (Foto: Reprodução/Google)
O início de tudo
No começo deste ano, designers de toda a empresa, incluindo os que trabalham na Creative Labs e o time responsável pelo Material Design, foram chamados para se reunir em um escritório em Nova York. O objetivo era fazer um intenso brainstorm a respeito de uma reformulação da marca Google.
De acordo com a companhia, com o avanço da tecnologia, a forma de acessar e interagir com o Google mudou. Passou das telas dos computadores para as telas dos celulares, para comandos de voz e, agora, até mesmo para dispositivos vestíveis, como relógios inteligentes. Assim, decidiram que a velha e conhecida marca deveria evoluir também, sem abandonar a simplicidade.
Equipe de designers trabalhando no novo logo do Google (Foto: Divulgação/Google) Equipe de designers trabalhando no novo logo do Google (Foto: Divulgação/Google)
Os quatro desafios
Após um longo período de debate, esboços, desenhos e ideias o time de designers chegou ao consenso de que eles tinham quatro desafios para serem vencidos ao fazer o redesign da marca.
1. Criar uma marca escalável que pudesse transmitir toda a sensação do logotipo em espaços limitados;
2. A incorporação da dinâmica, movimentos inteligentes que respondem aos usuários em todos os estágios de interação;
3. Uma abordagem sistemática da marca em todos os produtos, de forma a oferecer uma consistência em todos os encontros diários das pessoas com o Google;
4. Um refinamento do que faz o Google, combinando o melhor da marca que os usuários conhecem e amam com uma consideração cuidadosa de como as necessidades estão mudando.
Os elementos
Os novos elementos da identidade visual (Foto: Divulgação/Google) Os novos elementos da identidade visual (Foto: Divulgação/Google)
O novo logotipo do Google alterou a sua tipografia, que já vinha sendo usada há 16 anos. A tradicional fonte serifada saiu para dar lugar a uma fonte mais limpa, geométrica e sem serifa. Porém, a companhia manteve características conhecidas, como as cores diferentes para cada letra. 
Já o famoso “G” do Google ganhou uma reformulação bem expressiva. Além de se tornar uma versão mais compacta do “g” anterior, ele ficou colorido, usando as mesmas cores dos elementos anteriores. Este elemento será usado em pequenos contextos, tais como o favicon.O logo ganhou também mais dois elementos: os pontos (dots, em inglês), seguem a mesma sequência de cores do logotipo. Porém, eles são dinâmicos, apresentando movimentos sempre que alguma ação é executada, como uma pesquisa, por exemplo.
Testes, testes e mais testes
O novo logotipo mantém o mesmo estilo simples, amigável e acessível do anterior. No entanto, eles combinaram a pureza matemática das formas geométricas com a simplicidade infantil de um caderno de escola. Após a finalização do desenho, a equipe o submeteu a uma grande bateria de testes.
O Google testou o símbolo incansavelmente em vários tamanhos, formas e pesos, de maneira que ele ganhasse o máximo de legibilidade em todas as mídias, seja um monitor de 50 polegadas ou a tela minúscula de um smartwatch. Para orientar o uso do logotipo nas mais diversas telas, foi criado padrões que abrangem todos os aspectos do logo, incluindo espaçamento, aplicação nos produtos, entre outros.
As quatro cores
As quatro cores usadas na nova marca (Foto: Divulgação/Google) As quatro cores usadas na nova marca (Foto: Divulgação/Google)
A companhia resolveu manter as quatro cores já características do Google: azul, verde, amarelo e vermelho. No logotipo, cada letra tem uma cor e ele se beneficia dos espaços em branco que há entre elas. Porém, quando as cores estão muito próximas, como no “G” do Google, acaba havendo uma mistura óptica e a tonalidade delas muda, havendo um escurecimento do valor original. Para resolver o problema, os designers ajustaram a vibração do vermelho, verde e amarelo de forma a manter a mesma saturação em todos os elementos.
A tipografia
Nova tipografia do Google (Foto: Divulgação/Google) Nova tipografia do Google (Foto: Divulgação/Google)
Em conjunto com o logotipo, os designers do Google também criaram uma nova tipografia. Ela é totalmente customizada, geométrica e usa sans-serif. A novidade vai acompanhar o logo em aplicações em produtos e em materiais de suporte. O tipo foi batizado de Product Sans (Sans Produto, em tradução literal).
O design da tipografia lembra o estilo das letras usadas em cadernos de caligrafia ou de desenho, porém se mantém neutro, como uma fonte serifada geométrica deve ser. Isso permite que haja um nível de distinção adequado entre o logotipo do Google e o nome do produto. Os designers criaram um conjunto completo de caracteres, com todas as letras do alfabeto, além de números, símbolos, frações e sinais de pontuação.

Compartilhe usando