Sistema de clonagem para "desbloquear" o PS4.

Sistema de clonagem para "desbloquear" o PS4.

Acredite se quiser: Sistema de clonagem para "desbloquear" o PS4 já pode ser encontrado em São Paulo por R$ 300





Desde a geração passada (PS3 e Xbox 360) o desbloqueio dos consoles para rodar jogos piratas ficou ainda mais difícil em relação aos consoles antigos. Porém, devido à toda a persistência por parte dos crackers isso se tornou uma realidade. A diferença entre as duas plataformas originou desbloqueios diferenciados. Enquanto no Xbox 360 você poderia inserir um DVD pirata com o jogo, no PS3 tudo era arquitetado via software, exigindo que você tivesse um HD externo com os jogos e uma CFW modificada, que gerenciasse esses games que estavam presentes no HD externo.

Na virada de geração - PS3/PS4 e Xbox 360/Xbox One - o debate em relação aos desbloqueios veio à tona novamente. Devido a uma maior integração com a nuvem e atualizações constantes, desbloquear esses consoles parecia uma tarefa quase impossível. Por mais incrível que possa parecer o desbloqueio para a nova geração de consoles já está circulando entre as lojas de assistência técnica. Por enquanto, dos novos consoles, o único que tem o desbloqueio comprovado é o PlayStation 4, da Sony

A informação foi apurada através do site UOL Jogos, que por meio de uma ronda pela rua 25 de março, no centro de São Paulo, encontrou ao menos quatro assistências técnicas que afirmavam desbloquear o PS4.

De acordo com a pesquisa do UOL existem dois métodos para destravar o console da Sony. No primeiro método, encontrado em uma das lojas, o vendedor dizia o seguinte: "Colocamos um chip na placa do seu PS4, ligamos nosso laptop ao chip, formatamos o HD do videogame e copiamos os jogos. Depois disso, retiramos o chip e entregamos o aparelho".

O chip que o vendedor menciona é nada mais nada menos do que um Raspberry Pi, o famoso microcomputador que pode ser utilizado para diversas operações, principalmente relacionadas à automação.

O funcionário dizia que com um software especial e esse chip os técnicos conseguem fazer com que você jogue qualquer game de PS4. Além do desbloqueio, um dos grandes problemas relacionados ao desbloqueio da geração passada cai por terra: modo multiplayer. No PS3 e Xbox360 era quase impossível jogar online alguns jogos com o console destravado. Com o método de desbloqueio do PS4 os jogos podem ser atualizados sem grandes problemas e o multiplayer funciona normalmente. O vendedor fez questão de dizer que "nem a Sony saberá se você está jogando um game original ou não".

À princípio o UOL achou que essa "treta" envolvia um esquema já bastante difundido, que é o das contas compartilhadas. A Sony oferece a possibilidade da sua conta na PSN ser compartilhada com até outros dois consoles. Com essa alternativa em mãos um grupo de amigos pode comprar algum jogo e dividir a conta em até três pessoas. Porém, o vendedor garantia que o método de desbloqueio em questão não tinha nenhuma relação com contas compartilhadas e frisou que era realmente um desbloqueio. O procedimento, em geral, leva ao menos três dias.

No segundo método encontrado pela equipe do UOL, e que foi testado por eles, afim de comprovar a eficácia do método, o vendedor tinha uma explicação mais técnica e convincente sobre a realização do procedimento. "O que fazemos é transformar um PS4 em um clone de outro PS4. O esquema copia [os dados] da BIOS e do processador e replica em outros videogames. Assim, tudo o que um PS4 comprar, pode ser copiado para outro. Esse esquema de clonagem é muito melhor que conta compartilhada, porque você compra cada jogo por R$ 30, R$ 35", calcula o vendedor.

O preço cobrado por esse desbloqueio é de R$ 300 e o vendedor adverte que todos os dados contidos no disco rígido do PS4 serão apagados, visto que o HD será formatado. Portanto, tudo que estava instalado precisará ser baixado novamente na PSN.

O console que o UOL deixou para ser desbloqueado teve um prazo estipulado de até cinco dicas para o trabalho ser feito. De acordo com o vendedor, muitos aparelhos estão chegando para que o procedimento seja feito. "Todo dia tem chegado uns 10 'Play 4' pra fazer o esquema, aí tem uma fila ", disse o vendedor.

No dia de buscar o console, o jornalista, ainda na loja, ligou o PS4 e verificou que havia duas contas cadastradas que, de acordo com o vendedor, fazem parte do destravamento e que elas não poderiam ser apagadas, senão todos os jogos contidos no HD também seriam removidos.

Durante os testes o vendedor iniciou Call Of Duty Advanced Warfare e o Fifa 15, que rodaram sem nenhum problema. O desbloqueio é vendido com uma quantidade de jogos predeterminada, então, caso você queira um outro jogo que está fora da lista dos que você adquiriu junto com o desbloqueio será necessário pagar R$ 50,00 por cada título.

O UOL jogos testou 12 títulos, com grandes nomes como “Call of Duty: Advanced Warfare”, “FIFA 15”, “PES 2015”, “Bloodborne” e “Mortal Kombat X”.

Até o presente momento o que sabemos é que esse esquema para o desbloqueio do PS4 surgiu na Rússia. A Sony foi procurada mas, à princípio, a companhia preferiu não se pronunciar sobre o ocorrido. O UOL jogos deixou à disposição da Sony o PS4 destravado caso a empresa queira estudar o que realmente acontece nesse procedimento.

Fonte: UOL Jogos

Compartilhe usando