Hackers desbloqueiam iphone remotamente e ganha prêmio

Hackers desbloqueiam iphone remotamente e ganha prêmio


Em setembro, a startup "caçadora de bugs" Zeriodium anunciou que daria uma recompensa de US$ 1 milhão para quem conseguisse desbloquear um iPhone com iOS 9 remotamente, através de uma mensagem de texto ou pelo navegador. Nesta segunda-feira, 2, um grupo de hackers recebeu o prêmio.
Naturalmente, os nomes e a técnica usada pelos vencedores da disputa não foram revelados. Basicamente, o objetivo era que os hackers oferecessem ao Zerodium acesso total a um iPhone remotamente, aplicando um jailbreak através de uma mensagem SMS ou MMS, ou por meio do Google Chrome ou do Safari.
Para se ter uma ideia do nível de complexidade da tarefa, a última vez que um iPhone foi desbloqueado remotamente foi na ocasião do lançamento do iOS 7, em 2013. Na época, o jailbreak dependia de uma série de falhas do sistema sendo exploradas ao mesmo tempo para que o hack funcionasse à distância.
O que mais chama a atenção na notícia, porém, é o valor do prêmio, equivalente a R$ 3,8 milhões. De onde vem esse dinheiro? A Zeriodium vende informações sobre falhas de segurança e vulnerabilidades de sistemas para as próprias fabricantes de eletrônicos e suas rivais comerciais.
No passado, a empresa (sob um outro nome) chegou a faturar milhões de dólares fornecendo informações privilegiadas para a Agência Nacional de Segurança dos Estados Unidos, a NSA. Aquela mesma que foi exposta ao mundo inteiro pelo ex-analista Edward Snowden por conta de suas práticas de espionagem e invasão de privacidade.
Para a Zeriodium, US$ 1 milhão não é tanto comparado ao que ela pode ganhar com esse jailbreak remoto do iOS 9.

Compartilhe usando