Deixar seu celular Android mais rápido ou turbinado, veja como

anddCom o tempo de uso, o dispositivo Android acaba ficando mais lento ou até travando com recursos pesados. No entanto, algumas ações simples podem ser tomadas para recuperar a velocidade de processamento do aparelho, como limpar o cache e esvaziar alguns aplicativos. Para ajudar, confira estas sete dicas.
1. Limpeza de cache
A memória cache armazena arquivos temporários no celular, e isso pode lotar boa parte da memória interna sem que o usuário perceba. Por isso, é fundamental fazer uma limpeza com frequência desses registros e o app CCleaner pode ser bastante útil.
O recurso é gratuito, em português e simples de usar: basta fazer a análise e depois selecionar o que excluir do cache. O resultado de espaço poupado é exibido no topo logo após o processo.
2. Atualizar o sistema operacional
As atualizações fornecidas pelo Google para o Android carregam muito mais do que um design novo. Os updates oferecem correções de bugs, erros, medidas de segurança e outros pontos importantes para um bom funcionamento do smart. Então, é sempre importante manter a plataforma atualizada.
Para isso, acesse as configurações no Android, role a tela até encontrar “Sobre o dispositivo” e conclua em “Atualizações de Software”. Lembre que é importante estar com a bateria cheia antes do processo e ter espaço de armazenamento livre para o download.
3. Remover e desabilitar apps
Muitos aplicativos instalados no Android podem consumir boa parte do armazenamento interno do celular, resultando em lentidão do sistema. Para não ter problemas, reveja os apps que mais precisa e desinstale os desnecessários para ter um celular mais eficiente. Acesse nas configurações do Android o item “Gerenciar aplicativos”, selecione-o e confirme em “Desinstalar”;
Além disso, alguns apps que ficam em segundo plano no celular consomem memória e processamento, o que pode prejudicar o uso. O jeito é desativar esses apps ou encerrar todos os que não precisar.
4. Remover arquivos e adicionar um microSD
O espaço livre no smartphone influencia na seu processamento, e deixar o Android com a memória lotada pode não ser uma boa ideia. Para isso, verifique os itens salvos em pastas internas e apague o que não precisa mais. Uma boa forma de poupar espaço é armazenando fotos e vídeos na nuvem, como no Dropbox, e excluir do celular.
Caso precise registrar muitas imagens ou gravações no dia a dia e manter no smart, o jeito é investir em um cartão externo micro SD. Dessa forma, o usuário envia os arquivos para a mídia extra e libera o armazenamento do Android, ajudando no processamento de ações de forma mais rápida.
5. Remover itens da tela do smart
O display do smart poluído de aplicativos pode atrasar a passagem de telas e deixar o funcionamento mais lento. O ideal é manter apenas os principais, conforme a necessidade do usuário, como redes sociais, e-mail e outros serviços importantes. Por isso, mantenha o restante dos itens na listagem geral de apps e acesse-os por lá.
6. Medidas para economizar energia
O modo de economia de bateria reduz o processamento do celular e ele pode parecer mais lento – principalmente se o gadget já tiver problemas de performance. Então, vale ponderar o uso desse recurso. O ideal é utilizar a função de economia de energia somente quando a carga estiver mais baixa e houver muita necessidade.
7. Formatação de fábrica
Caso o celular esteja muito lento ou travando demais, o problema pode estar em alguma falha na plataforma móvel ou o sistema já está sobrecarregado demais. O jeito mais simples é fazer a formatação para deixar o smart “novo”, com sistema de fábrica. Depois, basta instalar as atualizações da plataforma.
Antes do processo é fundamental fazer backup dos seus arquivos para não perder nada. O processamento será restaurado e a medida é interessante tanto para celulares antigos quanto para novos, dependendo da necessidade. Para isso, acesse as configurações do Android e role a tela até “Fazer backup e redefinir”.

Novas Tags:

Autor: